Mês Azul: Doenças prostáticas e testiculares nos cães e gatos


Novembro Azul Pet
Novembro Azul Pet | Foto: Ilustrativa

Novembro é marcado por campanhas contra câncer de próstata em humanos, estimulando prevenção e autocuidado. Na veterinária nós também utilizamos esse mês para falar de doenças prostáticas e testiculares nos cães e gatos.

De acordo com a veterinária Camila Maximiano, da Clínica Pompeu, a campanha é um pouco diferente do humano, sendo nosso foco na hiperplasia prostática canina, que é a doença de próstata mais comum nos cães e pode acometer até 90% dos machos não castrados até o final da vida. Essa doença é silenciosa e pode causar muita dor e desconforto na região, dificuldade para urinar e/ou defecar, podendo também desenvolver abscesso e cistos na próstata, causando outras complicações.

Além da hiperplasia prostática, machos não castrados também tem mais chances de desenvolverem tumores de testículos e perianais. Animais criptorquidas, ou seja, aqueles em que os testículos (um ou os dois) não se encontram na bolsa escrotal, apresentam mais chances de desenvolverem tumores e podem demorar para apresentar sinais. As neoplasias perianais hormônio-dependentes podem ser bastante agressivas e de rápida disseminação.

A castração faz parte do protocolo de tratamento dessas doenças de forma isolada ou associada a outras terapias, mas a prevenção ainda é a melhor saída. “Por isso, nesse mês, incentivamos a prevenção dessas doenças estimulando a castração de todos os machos, a partir dos 6 meses de idade”, informa Camila da Clínica Pompeu.

Além de prevenir essas doenças a castração de machos evita problemas comportamentais, doenças hormônio-dependentes, filhotes indesejados, TVT (tumor venero transmissível), marcação exagerada de território. “Quem ama cuida, castre seu animal e evite doenças!”, adverte Camila.

Serviço

Pompeu Clínica Veterinária (61) 3711-9006 / 99277-2738
SHIN – CA 10 – Loja 12 – Lago Norte – Brasília-DF
pompeuveterinaria@gmail.com

Anterior Entenda os riscos à saúde trazidos por pulgas e carrapatos
Próximo Alex Fava lança campanha sobre adoção responsável